Friend não é Camalot

Friend não é Camalot

Por conta dos alunos que recebo para cursos avançados na Montanhismus, a pergunta mais freqüente que ouço em relação aos dispositivos de segurança mecânicos é: “Friend é igual a camalot?”. Pois bem pessoal: Não é. Friend é Friend, e Camalot é Camalot.

Apesar dos dois estarem na categoria de SLCD (Spring loaded camming device) que traduzindo fica algo como dispositivo de castanha retrátil, por conta de seu eixo duplo, o Camalot é muito mais abrangente na sua área de cobertura do que um Friend (ou similar, já que friend é uma marca registrada da Wild Country).

Friends de um eixo

Friends de um eixo

Camalots C4 têm dois eixos.

Camalots C4 têm dois eixos.

O desenho em forma de curva logarítmica dos dispositivos de castanhas é bem similar nos diversos modelos que atualmente são vendidos, mas os dois eixos do Camalot realmente fazem diferença. Na verdade, se pegarmos números em sequência, veremos que dois Camalots atingem a mesma área de atuação que três Friends. Isso é vantagem? Nem sempre.

Quando me perguntam qual das peças comprar, minha resposta é: compre friends primeiro, e depois um jogo de Camalots. Os Friends são mais leves e custam mais barato, e agüentam a mesma carga de ruptura que os Camalots. Já os Camalots, estes são um pouco mais caros e pesados do que os Friends, mas por terem uma amplitude de expansão maior, são uma peça mais fácil de você acertar na fenda quando está no veneno, quase caindo.

Resumindo, em minha opinião, Camalots são excelentes para um segundo jogo de SLCD.

DSC_0033

TCU’s (three cam unit) como os mostrados na foto acima e Camalots C3, só tem um eixo

 


Tags relacionadas:
CamalotsFriendsTradicional

Artigos Relacionados

Equipamentos para montanha e trilha – junho 2013

Saco de dormir Orbit Deuter- desenvolvido para aqueles que querem um saco de dormir com uma excelente relação custo/benefício. O

Proteções perigosas e como identificá-las?

Ao escalar muitas vias equipadas com chapeletas, noto que nem sempre o conquistador – ou equipador – conhecia a forma

Expedição Lotus Flower Tower – aprendendo a suturar

Esta semana aprendi algo novo que será de grande valor nas próximas expedições: costurar companheiros estropiados. O teste foi com