Expedição Lotus Flower Tower – aprendendo a suturar

Expedição Lotus Flower Tower – aprendendo a suturar

Esta semana aprendi algo novo que será de grande valor nas próximas expedições: costurar companheiros estropiados. O teste foi com um pé de porco (que depois foi pro feijão), e deve ser o mesmo procedimento com os parsas.

Em 2006 quando tentávamos uma nova via no Suri Tondo, Mali (África), o Fernando Leal foi atingido por um bloco que abriu um buraco considerável no antebraço. Naquela situação, um rolo de silver tape solucionou e estancamos o sangramento. Agora, os companheiros não precisam mais se preocupar. Ahahahaha!


Related Articles

O melhor caminho em 2014

Queridos (as). Neste final de ano, deixo a cargo de Robert Frost a mensagem de reflexão para o ano que

Ascensão por cordas com blocantes mecânicos

Todo montanhista tem que obrigatoriamente, carregar dois pedaços de cordelete, para numa emergência poder improvisar um sistema de auto-resgate usando

Cordas de escalada – identificando desgastes perigosos

  É frequente amigos me mostrarem cordas que sofreram desgaste para lhes aconselhar se podem continuar usando-as ou não. Primeiramente,

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment