Expedição Lotus Flower Tower – aprendendo a suturar

Expedição Lotus Flower Tower – aprendendo a suturar

Esta semana aprendi algo novo que será de grande valor nas próximas expedições: costurar companheiros estropiados. O teste foi com um pé de porco (que depois foi pro feijão), e deve ser o mesmo procedimento com os parsas.

Em 2006 quando tentávamos uma nova via no Suri Tondo, Mali (África), o Fernando Leal foi atingido por um bloco que abriu um buraco considerável no antebraço. Naquela situação, um rolo de silver tape solucionou e estancamos o sangramento. Agora, os companheiros não precisam mais se preocupar. Ahahahaha!


Artigos Relacionados

Karma recebe dois prêmios na 7a. Mostra Internacional de Filmes de Montanha

O curta de Simon Spink recebe prêmios de MELHOR DIREÇÃO e MELHOR FOTOGRAFIA no mais importante festival de filmes de

Cozinhando sem fogo

Ana ensina como fazer arroz sem fogo, deixando a panela com água o suficiente para o cozimento dentro do carro,

O verde da Pedra da Divisa

Hoje, fui com o Johann escalar no setor Corujas, que ele há tempos queria conhecer. Dificilmente vou à este setor